Modalidade: Oficina de formação
Destinatários DCP: 
Professores dos Grupos 500, 510, 520
Nº de horas: 50h

Professores e alunos no Século XXI – abordagens inovadoras e inclusivas no ensino das ciências

A publicação de “O perfil do aluno para o séc. XXI” veio destacar a necessidade de promover uma aprendizagem onde o aluno tem um papel ativo e as suas competências são alvo de desenvolvimento e de avaliação – quer-se alunos motivados, inovadores, críticos, conscientes da cidadania, com capacidade de colaboração. Medidas como a criação de ambientes inovadores de aprendizagem e a flexibilização curricular permitem que os professores desenvolvam projetos colaborativos e interdisciplinares, essenciais para que os alunos desenvolvam as referidas competências. Contudo, para o sucesso destas iniciativas, é fundamental formar os professores.

Objetivos a atingir

Esta ação de formação pretende promover junto dos professores metodologias centradas no aluno, práticas de inclusão, interdisciplinaridade e responsabilidade cidadã.
Mais especificamente, os objetivos são:

  • Promover metodologias de Inquiry (IBSE), Design Thinking e Open Schooling
  • Fomentar práticas que promovam a inclusão, a utilização do Universal Design for Learning (UDL), a interdisciplinaridade e a responsabilidade cidadã
  • Apoiar os professores na criação de cenários de aprendizagem tendo em conta as metodologias e práticas acima referidas
  • Incentivar práticas colaborativas e interdisciplinares entre professores
  • Apresentar ferramentas e recursos que permitam a avaliação das competências dos alunos ao longo dos cenários de aprendizagem
  • Promover a partilha de experiências e a reflexão sobre as melhores práticas conseguidas na ação de formação

Conteúdos da ação

1) Metodologias: Inquiry, Design Thinking, Open Schooling

  • Atividades práticas que analisam os princípios básicos destas metodologias
  • Exploração de recursos que usam as metodologias (com base nos projetos PLATON, GOLAB, OSOS, iDiverse, etc)

2) Inclusão e UDL (Universal Design for Learning)

  • Como conhecer os alunos e utilizar o UDL na sala de aula
  • Estratégias para a inclusão e uso do UDL no desenvolvimento de cenários de aprendizagem
  • Exploração de recursos que utilizam o UDL e visam a inclusão (com base nos projetos InSteam, Polar Star, e outros)

3) Interdisciplinaridade e responsabilidade cidadã

  • Exploração de recursos com temas de responsabilidade cidadã e que têm como base a interdisciplinaridade (com base nos projetos InSteam, Polar Star, OSOS, iDiverse, e outros)

4) Cenários de aprendizagem

  • E-plataformas para o desenvolvimento de cenários de aprendizagem (GO-LAB/GRAASP, Open Discovery Space, Inspiring Science Education, e outros)
  • Criação de cenários de aprendizagem com base nos conteúdos anteriores
  • Enriquecimento dos cenários de aprendizagem com recursos tecnológicos (apps, laboratórios online, e outros)

5) Avaliação dos alunos

  • Avaliar alunos no século XXI
  • Ferramentas de avaliação das competências dos alunos ao longo dos cenários de aprendizagem

6) Apresentação e discussão dos cenários implementados

7) Reflexão final dos principais temas da oficina e das boas práticas alcançadas