Saiba mais sobre os projetos Science on Stage Portugal 2014

Evento Nacional de Pré-Seleção para o Festival Europeu

PROJETOS APRESENTADOS

// CIÊNCIA E O NOSSO MUNDO SUSTENTÁVEL – Projetos que utilizem ciência para explorar questões ambientais e globais.

A qualidade da água do rio Douro
Professores Participantes: Paula Carneiro e Maria Fátima Carvalho Ruas

Resumo: O método inquiry-based learning é aplicado à determinação da qualidade da água do rio mais próximo da nossa escola. São colocadas questões relacionadas com a qualidade da água proporcionando “brainstorming” e levando os alunos a procurarem respostas às suas questões, que serão apresentadas à turma devidamente fundamentadas. Para confirmarem as suas respostas, os alunos terão de propor um conjunto de atividades experimentais “in loco” que executarão durante o projeto. No final terão de apresentar um relatório com as conclusões.

Disciplinas envolvidas / áreas temáticas: Química, Biologia/Ciências Naturais e Inglês
Palavras chave: Água; Qualidade da água; parâmetros da qualidade da água; Bioindicadores da qualidade de um curso de água
Grupo etário (idade dos alunos): dos 12 aos 15 anos

// CIÊNCIA INCLUSIVA – Projetos que permitam ativa participação de estudantes com qualquer background.

Desafio „sente o som“

Professores Participantes: Dário Vaz e Helena Antunes

Resumo: Com este desafio pretende-se que os alunos “sintam” como se faz ciência. Em grupos de 4, irão pesquisar, discutir ideias físicas e por em prática um método simples para determinar experimentalmente a velocidade do som (no ar ou noutro meio material), fora da sala de aula. Os jovens cientistas deverão reportar os seus resultados através de um pequeno vídeo descritivo da experiência/ou poster e respetivo relatório.

Disciplinas envolvidas / áreas temáticas: Física e Química A
Palavras chave: Velocidade Som Vídeo Poster
Grupo etário (idade dos alunos): 16
Meet our Neighbours! – A tactile astronomy experience
Professores Participantes: Lina Canas, Liliana Fernandes e Paulo Pimenta
Resumo
“Meet our Neighbours! – an astronomy tactile experience” produced a set 13 tactile images of the main celestial objects of the Solar System for visually impaired children from the ages of 6 to 12 years old and their educators. Through dedicated hands-on low cost activities, these tactile schematic images can be built with different textures using common materials that are inexpensive and can be used by all. This project presents ways to avoid the expensive tactile printing costs, promotes inclusion and interactive hands-on activities for visually impaired children and their non-visually impaired peers and creates dynamic interactions based on oral knowledge transmission between them.

Disciplinas envolvidas / áreas temáticas: Astronomia/Ciências
Palavras chave: Tactile resources, Astronomy, Inclusion, special needs
Grupo etário (idade dos alunos): 6-12

// INOVAÇÃO EM ENSINO DA CIÊNCIA – Projetos que usem novas tecnologias e técnicas na sala de aula.

Salto para o conhecimento- um exemplo da utilização da Análise Digital de Vídeo no Ensino da Física
Professores Participantes: Álvaro Folhas
Resumo – A análise digital de vídeo é uma técnica que permite ligar o fenómeno físico ao estudo dos conceitos físicos associados, e dá corpo à compreensão da matemática aplicada no processo. É um a técnica de baixo custo, uma vez que não requer mais do que registos vídeo e um computador, sendo por isso passível de ser explorado pelo próprio aluno de forma autónoma. No caso que apresentarei vou procurar ilustrar a aplicabilidade deste método à Física/Astronomia. Esta técnica pode tornar-se ainda mais poderosa, como ferramenta de ensino, se fizermos o tratamento dos dados de forma autónoma numa folha de cálculo e uma alavanca de conhecimento se lhe associarmos posteriormente modelação matemática.

Disciplinas envolvidas / áreas temáticas: Física, Matemática, Astronomia
Palavras chave: Física, Cinemática, Dinâmica, modelação, análise digital de vídeo, regressão, espetroscopia
Grupo etário (idade dos alunos): 15-18 anos

O que existe no Universo?
Professores Participantes: Fátima Ruas e Paula Silva
Resumo: O método inquiry-based learning é aplicado à constituição e origem do Universo. É apresentada uma notícia do Jornal Público: “Galáxia primitiva é a fábrica mais rápida de estrelas conhecida”, de 18/04/2013. Os alunos deverão focar as suas perguntas nos termos desconhecidos, por exemplo, Universo, galáxia, Big Bang, etc.

Disciplinas envolvidas / áreas temáticas: Física e Astronomia
Palavras chave: Universo, Big Bang, Via Láctea, Telescópio Espacial Herschel, Galáxias, Estrelas
Grupo etário (idade dos alunos): dos 12 aos 13 anos

// CRIATIVIDADE NO ENSINO DA CIÊNCIA – Projetos que sejam invulgarmente criativos na abordagem para o ensino das ciências.
Math Birds
Professores Participantes: Zaida Roque e Valter Roque
Resumo: Ao definir como objetivo nuclear a divulgação da Matemática, este projeto pretende investir em atividades que conduzam os alunos a assumir um papel mais ativo no seu processo de aprender a fazer Matemática.
Neste contexto, cremos que o recurso a algumas ferramentas tecnológicas poderá intensificar a aprendizagem direta e independente, permitindo uma maior criatividade e favorecendo a pesquisa de caminhos diferentes na resolução de problemas.
Pretendemos apresentar uma abordagem do estudo da função quadrática, sublinhando a história e aplicabilidade, promovendo a exploração matemática e encorajando os alunos a estabelecerem ligações com o mundo real.
Disciplinas envolvidas / áreas temáticas: Matemática
Palavras chave: Tecnologia, modelação Matemática, aplicações da Matemática, motivação.
Grupo etário (idade dos alunos): 14 aos 18

Empreender e Aprender
Professores Participantes: Honorata Pereira et al.
Resumo: Acontece, nos últimos anos, estarmos perante turmas de alunos cuja atitude é totalmente indiferente. Os conteúdos podem abordar alterações climáticas, demanda de água potável, recursos energéticos…que à nossa frente encontramos olhares apagados à espera do fim da aula.
O que fazer?…A resposta pode estar no desenvolvimento de uma metodologia empreendedora que incuta nos alunos o auto respeito, levando-os a acreditar em si próprios, a vencer o conformismo, a desenvolver competências que os tornem autónomos, cidadãos capazes de ser, estar, compreender, atuar e inovar na sociedade que os rodeia.
Disciplinas envolvidas / áreas temáticas: Física e Química; Eletrónica, Automação e Comando, TIC, Português, Inglês, Tecnologias e Processos, Práticas Oficinais.
Palavras chave: Empreender e Aprender, Empreendorismo na Educação
Grupo etário (idade dos alunos): entre 15 e 18 anos

A Física das Comunicações
Professores Participantes: José Rodrigues, Luís Carreiró e Cristina Carreiró
Resumo: Desde os primeiros trabalhos até hoje, a teoria do eletromagnetismo possibilitou uma grande evolução em termos científicos e tecnológicos, com inúmeras aplicações e uma riqueza histórica que deve ser aproveitada para a discussão de ideias e conceitos estruturantes. Neste trabalho apresentamos uma sequência de atividades, desenvolvidas com alunos, utilizando uma abordagem que demonstra a importância da ciência, para o desenvolvimento tecnológico e social, nomeadamente nas comunicações, aliada a uma metodologia de trabalho investigativo. Os dispositivos explorados são de fácil construção, utilizando materiais de baixo custo e envolvendo atividades onde se procurou inovar.
Disciplinas envolvidas / áreas temáticas: Física e Tecnologia
Palavras chave: Eletromagnetismo, modelação, comunicação.
Grupo etário (idade dos alunos): 13-17

Bosemon
Professores Participantes: José Gonçalves et al.
Resumo:O jogo Bosemon é um jogo de cartas sobre a Física das partículas. Este jogo basea-se no ensino pelo método do Inquiry.
No Ensino Secundário, os alunos aprendem sobre a estrutura e os constituintes da matéria, nomeadamente sobre as partículas e as forças que regem a natureza. Os manuais utilizados sobre este assunto são limitados e não têm a possibilidade de atividades hands-on, adaptas às necessidades dos alunos por forma a compreenderem os blocos fundamentais da natureza através da aprendizagem lúdica. Tentando encontrar uma maneira de organizar as partículas (usando as suas propriedades) nas suas respetivas famílias, este cenário permite aos alunos analisar e compreender como os físicos tentam encontrar complexos padrões nas partículas elementares e como podem descobrir novos padrões. Os alunos ao jogar com as regras do Modelo Padrão também têm a oportunidade de aprender mais sobre as tentativas dos físicos para responder às perguntas que vão além do Modelo Padrão.
Disciplinas envolvidas / áreas temáticas: Física
Palavras chave: Física, partículas, leptões, quarks, carga, força, interações, spin, massa, antipartículas,
Grupo etário (idade dos alunos): +15

À Caracol
Professores Participantes: Ludovic Martins
Resumo :Os caracóis são criaturas fantásticas. Tão fantásticas que hesitei em que área científica poderia falar com a ajuda destes bichos. Pensei em biologia, por me parecer o mais óbvio, depois pareceu-me que seria melhor um tema mais apelativo, a matemática… E se com isso “assusto” as pessoas? Pensei então na física… Afinal já não sabia bem do que falar. Depois de uma reflexão, optei por falar de matemática, biologia e física.
Disciplinas envolvidas / áreas temáticas: Matemática, física e biologia
Palavras chave: Caracol, força, órgãos, multiplicar, dividir, soma, biologia, fisiologia, diferente.
Grupo etário (idade dos alunos): 10-15anos

// CIÊNCIA E AS SUAS APLICAÇÕES – Projetos que construam sólida ligação à indústria e às ciências aplicadas.

// COOPERAÇÃO ENTRE PAÍSES – projetos desenvolvidos através de colaboração atravessando fronteiras.

The moons of Galileo Galilei
Professores Participantes: Carla Isabel Ribeiro
Resumo – The moons of Galileo Galilei é um projeto eTwinning no qual alunos de vários países estudam o movimento das luas galelianas. O objetivo é estudar o movimento harmónico simples, mas num contexto histórico, em que terão provar que as estrelas observadas por Galileu Galilei em 1610 se comportam como luas que orbitam Júpiter e determinar o seu período de translação.
Disciplinas envolvidas / áreas temáticas: Física, Astronomia
Palavras chave: movimento harmónico simples Júpiter Galileu eTwinning
Grupo etário (idade dos alunos): 16-18 anos